quinta-feira, 30 de setembro de 2010

5.ª Feira: Apesar das dificuldades, as férias aproximam-se rapidamente...

Numa altura em que as noticias não são boas, sinto-me uma priviligiada por abandonar este ambiente perdido, revoltado, desesperado e dificil...
Numa altura em que as queixas me rodeiam, sabe tão bem desaparecer...
E hoje já começou, o desespero bateu à porta e falou. Eu? Num certo momento deixei de ouvir, porque já estava a pensar nos próximos que lá irão bater...
Em Cuba não quero pensar nesses "próximos"... Não quero mesmo.

Sem comentários: