terça-feira, 23 de novembro de 2010

Ainda recordações do Sábado...

O que posso fazer…
 
Não posso fazer tudo mas posso fazer alguma coisa.

Não posso impedir que a violência continue mas posso abrigar e consolar as vítimas de violência.

Não posso impedir as práticas de injustiças mas posso procurar ser sempre justo nas minhas coisas.

Não posso impedir que se continuem a dizer mentiras mas posso sempre dizer a verdade.

Não posso impedir que o ódio continue a dominar o mundo, mas posso diminui-lo com os meus actos de amor.

Não posso impedir que se continue a cavar precipícios, mas posso ajudar a construir pontes.

Não posso impedir que a solidão continue a amargar, mas posso amenizá-la com a minha presença amiga.

Não posso impedir que o sofrimento continue a ferir mas posso diminui-lo procurando consolar alguém.

Não posso impedir que as trevas continuem a escurecer, mas posso erguer a minha pequena luz.

Não posso impedir que os problemas continuem a surgir mas posso procurar sempre uma possível solução.

NÃO. Não posso fazer tudo, mas… posso fazer sempre alguma coisa.

Sem comentários: